Um Dia Após o Outro!

Mudanças

Olá a todos!
O blog está passando por reformulações. Um pouco por vez para ficar mais bonito, funcional e clean! rsrs

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Feliz Natal e Próspero Ano Novo!!

Um ano termina...
Outro começa...
E as esperanças se renovam.
Desejos de amor, prosperidade, saúde, paz, harmonia...
Que se tenha muitos amigos, família reunida...

Desejo a todos um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo!
Que os sonhos se realizem!
Que as promessas se cumpram!
E que, de alguma forma, Deus esteja presente em nossas vidas!

“Uma existência é um ato.
Um corpo – uma veste.
Um século – um dia.
Um serviço – uma experiência.
Um triunfo – uma aquisição.
Uma morte – um sopro renovador.
Quantas existências, quantos corpos, quantos séculos, quantos serviços, quantos triunfos, quantas mortes necessitamos ainda?”
Mensagem de André Luiz, no livro “Nosso Lar”

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

"Isso também passa!! (Chico Xavier)


Certo dia um homem percebeu a seguinte frase em 
um pergaminho pendurado aos pés da cama de Chico Xavier:
"Isso também passa"


Com a curiosidade de cada ser humano resolveu perguntar:
Chico o que significa essa frase?
E o Mestre sem titubear lhe responde:
A vida nos prega muitas peças, que podem ser boas ou não. Mas tudo significa aprendizado. Recebi essa mensagem de um Anjo protetor num desses momentos de dor onde quase perdi a Fé.
Essa frase é para que todos os dias antes de me levantar e de me deitar possa ler e refletir, para que quando tiver um problema, antes de me lamentar eu possa me lembrar que
"Isso também passa"
e para que quando estiver exaltado de alegria, que tenha moderação e possa encontrar o equilíbrio, pois 
"Isso também passa"


Tudo na vida eh passageiro assim como a própria vida, tanto as tristezas como também as alegrias. Praticar a paciência, perseverar no bem e nas boas ações ter simplicidade, fé e pensamentos positivos mesmo diante das mais difíceis situações é saber viver e fazer da nossa vida um constante aprendizado.
É ter a consciência de que todas as pessoas erram, de que o ser humano ainda é um ser imperfeito em busca da perfeição e por isso ate saber que se muitas vezes nos decepcionamos com pessoas, é porque esperamos mais do que estão preparadas para dar, dentro do seu contexto e grau de compreensão.
Deste modo, meu amigo, toda vez que olho para essa frase, meu coração se aquieta e a paz me invade, pois sei que
"Isso também passa"

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

O dia em que um sorriso parou São Paulo.

O dia em que um sorriso parou São Paulo.

(The day when a smile stopped Sao Paulo)

video



Os orientais tem um ditado encantador: “Quem não souber sorrir, que não abra uma loja”.Poderíamos nós acrescentar: quem não souber sorrir, que não funde uma família, que não pretenda ter amigos…
Um sorriso pode ser mais elegante que um longo discurso; um sorriso é capaz de representar um sinal claro de um perdão que não se sabe explicar com palavras; um sorriso que acompanhe um favor prestado é como se dissesse: “Não foi nada, estamos aqui para isso.”
Um sorriso, especialmente, pode ser uma forma delicada de esconder as penas ou um meio heróico de não deixar transparecer uma dor profunda.
Temos que saber cultivar a arte de ser amáveis, rejeitando qualquer forma de altivez que nos torne distantes, frios…
O sorriso cumpre essa função de aproximação, de amabilidade calorosa, como se estivéssemos abrindo de par em par as portas do coração, como se disséssemos: “Pode entrar, fique à vontade!”
Ainda que às vezes o próprio coração esconda a amargura mais íntima.
O correr dos anos, as decepções, as preocupações com o futuro, o cansaço, as doenças tenderão porventura a roubar-nos essa capacidade de dar um pouco de nossa alma em forma de sorriso.
Mas, ainda que nos custe, não deixemos que nos arrebatem esse dom.
O sorriso é o belo sacrifício de tornar a vida dos outros mais grata.
Vamos substituir a tragédia diária pelo sorriso diário!
(autor desconhecido - quem souber, avise.)

domingo, 5 de dezembro de 2010

Tocando em Frente


Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte,
Mais feliz, quem sabe
Eu só levo a certeza
De que muito pouco sei,
Ou nada sei
Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs
É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Penso que cumprir a vida
Seja simplesmente
Compreender a marcha
E ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro
Levando a boiada
Eu vou tocando os dias
Pela longa estrada, eu vou
Estrada eu sou
Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs
É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Todo mundo ama um dia,
Todo mundo chora
Um dia a gente chega
E no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua historia
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
De ser feliz
Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs
É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais


Ando devagar porque já tive pressa
e levo esse sorriso porque já chorei demais
Cada um de nós compõe a sua história
e cada ser em si carrega o dom de ser capaz
De ser feliz



quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Momento Cultural - Aikido II

O Samurai e o seu relacionamento com o Bushido

No Japão a classe de guerreiros era conhecida como samurai, também chamados de bushi (daí o nome Bushido). Eles formaram uma classe durante os séculos IX à XII. Eles emergiram de províncias do Japão para tornarem-se a classe dominante até o seu declínio seguido da total abolição em 1876 durante a Era Meiji.

Os samurai eram guerreiros, habilidosos em artes marciais. O samurai tinha amplas habilidades no seu uso do arco e flecha e da espada. Os samurai também eram grandes cavaleiros.

Esses guerreiros eram homens que viveram através do Bushido; ele era o seu meio de vida. A lealdade do samurai ao Imperador e a seu lorde (ou Daimyo) era insuperável. Eles eram leais e honestos. Eles viveram modestamente, sem interesse em riquezas materiais, mas sim em honra e orgulho. Eles foram homens de verdadeiro valor. O samurai não tinha medo da morte. Ele poderia entrar em qualquer batalha, não importando as desigualdades. Morrer em batalha iria somente levar honra à sua família e ao seu lorde.

Os samurai geralmente preferiam lutar sozinhos, um a um. Em batalha, um samurai poderia por em risco o nome de sua família, seu posto, e seus méritos. Por isso, ele procurava um oponente com um posto similar e travava a batalha. Quando um samurai era morto, seu oponente o decapitava. Após a batalha, ele trazia a cabeça de seus inimigos como prova de sua vitória. Cabeças de generais e daqueles


sábado, 27 de novembro de 2010

Momento Cultural - Aikido

Bushido
O Bushido, que pode ser literalmente traduzido como “Caminho do Guerreiro”, surgiu no Japão entre as Eras Heian e Tokugawa (séculos IX - XII). Ele foi um código de ética e um meio de vida para os samurais, uma classe de guerreiros similar aos cavaleiros medievais da Europa. O Bushido dava ênfase à lealdade, auto-sacrifício, justiça, bom senso, modos refinados, pureza, modéstia, sobriedade, espírito marcial, honra e afeição.


“Não tenho pais, faço do Céu e da Terra meus pais;

Não tenho lar, faço do saika tanden meu lar;

Não tenho poder divino, faço da honestidade meu poder;

Não tenho meios, faço da docilidade meus meios;

Não tenho poder mágico, faço da personalidade minha magia;

Não tenho vida nem morte, faço do eterno minha vida e minha morte;

Não tenho corpo, faço da força meu corpo;

Não tenho olhos, faço do relâmpago meus olhos;

Não tenho ouvidos, faço da sensibilidade meus ouvidos;

Não tenho membros, faço da prontidão meus membros;

Não tenho leis, faço da auto-proteção minha lei;

Não tenho estratégias, faço da liberdade de matar e ressuscitar minha estratégia;

Não tenho forma, faço da astúcia minha forma;

Não tenho milagres, faço da justiça meus milagres;

Não tenho princípios, faço da adaptabilidade meu princípio;

Não tenho táticas, faço da rapidez minha tática;

Não tenho amigos, faço da minha mente meu amigo;

Não tenho inimigos, faço da imprudência meu inimigo;

Não tenho armadura, faço da benevolência e da retidão minha armadura;

Não tenho castelo, faço da mente inamovível meu castelo;

Não tenho espada, faço do sonho de minha mente minha espada.”


terça-feira, 23 de novembro de 2010

Uma logo para o Blog!

Bom dia a todos! 
Estamos com uma novidade no blog! rsss 
Uma logo!! 
Já estava planejando a algum tempo criar uma logo para o blog. 
Agora, finalmente saiu!
Abraços a todos!

domingo, 14 de novembro de 2010

Chico Xavier


Você nasceu no lar que precisava, vestiu o corpo físico que merecia, mora onde melhor deus te proporcionou, de acordo com suas posses, possui os recursos financeiros coerentes com suas necessidades.

Nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas, seu ambiente de trabalho é o que você elegeu espontaneamente para a sua realização, teus parentes e amigos são as almas que você mesmo atraiu, com a sua afinidade.
Portanto, seu destino está constantemente sob seu controle.
Você escolhe, recolhe, elege, atrai, busca, expulsa, modifica tudo aquilo que te rodeia a existência.
Seus pensamentos e vontades são a chave de seus atos e atitude...
São as fontes de atração e repulsão na sua jornada vivência.
Não reclame nem se faça de vítima.
Antes de tudo, analise e observe.
A mudança está em suas mãos.
Reprograme sua meta, busque o bem e viverá melhor.

"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim"

Chico Xavier

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Preceitos Diários

A FONTE DA PROSPERIDADE É O ATO DE DAR FELICIDADE À HUMANIDADE.

Não se obtém felicidade praticando o mal, nem prosperidade, embora momentaneamente pareça estar prosperando. Rockefeller e Henry Ford conseguiram enriquecer porque ofereceram à humanidade algo necessário a maior número possível de pessoas.





Do livro Preceitos de Luz – Masaharu Taniguchi
Taj Mahal - Isuzu Imagens
 

sábado, 30 de outubro de 2010

Aikido

Instituto Tachibana
de Aikido / SC
.

    Resultado de estudos e austeros treinamentos do mestre Morihei Ueshiba (1883-1969), que buscou e dominou os segredos de numerosas artes marciais japonesas (Budo), passados de geração a geração desde a idade antiga. 
     Segundo mestre Ueshiba:

     "O Aikido não é uma técnica para lutar contra um inimigo ou derrotá-lo. É uma maneira de conciliar as diferenças que existem no mundo e fazer dos seres humanos uma família. Significa que o segredo do Aikidô é a busca da harmonia com o Universo, é tornar-nos unos com o Universo. Seus praticantes devem buscar esse entendimento por meio de treinamento diário".
    Baseado nos princípios do Budismo, Confuncionismo, Taoísmo e principalmente do Xintoísmo. O Aikido vem de encontro à busca de soluções por aqueles que querem conectar-se consigo mesmo e por empresas que desejam encontrar soluções para problemas aparentemente óbvios ou desacreditados.
     Exprimindo isto de maneira mais direta, pode-se dizer que a essência do Aikidô é a Paz e a Harmonia.
     Todos os movimentos do Aikidô, seguem as leis da natureza; são cheios de vigor e força, sem inibir de forma alguma nossos movimentos naturais.
     Conseqüentemente, pessoas de todas as idades e de ambos os sexos sentem-se atraídas pelo aikido. Nas aulas práticas, usa-se a didática do método repetitivo (reiterada repetição de uma mesma técnica), ao invés do método competitivo. Não há competição entre os praticantes e Aikido, apenas cooperação.    
    O Aikidô é mais do que esporte, por não buscar objetivos relativos a competição, mas  sim os valores absolutos que transcendem os desejos de glória pessoal.
     O Aikidô, como arte marcial, não visa apenas a derrota do oponente. Ensina a vencer a si próprio, através de auto-compreensão. Em outras palavras, vencer a si próprio significa forjar um espírito capaz de vencer as dificuldades da vida e tornar-se um ser humano corajoso e sereno ao mesmo tempo.
     O Aikido também é conhecido como a arte marcial que visa ajustar o espírito do ser humano à dinâmica do Universo, ou seja, a prática de não contrariar os movimentos da natureza. Se numa contenda o adversário nos ataca com grande vigor e intensidade, basta nos desviarmos, e conduzirmos sua energia, que ele será arremessado  longe.  Quanto maior a intensidade de seu ataque, maior a resposta que recebe. Ao contrário, se o golpe for mais brando, assim será também a resposta ao golpe aplicado.
     Outra característica do ser humano é a contestação. As pessoas costumam se rebelar contra qualquer palavra áspera vinda do interlocutor. As discussões acirradas via de regra terminam em um confronto físico e isto é o mesmo que colocar mais lenha em um fogueira.
     As pessoas que praticam o Aikidô e conseguem assimilar a sua essência, sabem como semear e desfrutar a paz em seus lares, e no convívio social nunca se tornam irados ou nervosos, podendo assim levar uma existência tranqüila e altamente proveitosa.
     A conseqüência de tudo isso será uma sensível melhoria na saúde, na beleza física, na convivência da sociedade e na capacidade de defesa pessoal.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Quem eu sou?!

Quem eu sou?!
Ainda estou me descobrindo!
Descobrindo do gosto, do que não gosto.
Do que quero, do que não quero.
Estou em constante mutação.
Procurando o que me faz bem,
Nessas idas e vindas descubro o meu verdadeiro EU!

Jana

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Deixe a raiva secar...

Mariana ficou toda feliz porque ganhou de presente um joguinho de chá, todo azulzinho, com bolinhas amarelas. No dia seguinte, Júlia sua amiguinha, veio bem cedo convidá-la para brincar. Mariana não podia, pois iria sair com sua mãe naquela manhã. Júlia então, pediu a coleguinha que lhe emprestasse o seu conjuntinho de chá para que ela pudesse brincar sozinha na garagem do prédio. Mariana não queria emprestar, mas, com a insistência da amiga, resolveu ceder, fazendo questão de demonstrar todo o seu ciúme por aquele brinquedo tão especial. Ao regressar do passeio, Mariana ficou chocada ao ver o seu conjuntinho de chá jogado no chão. Faltavam algumas xícaras e a bandejinha estava toda quebrada. Chorando e muito nervosa, Mariana desabafou:



- Está vendo, mamãe, o que a Júlia fez comigo? Emprestei o meu brinquedo, ela estragou tudo e ainda deixou jogado no chão.

Totalmente descontrolada, Mariana queria, porque queria, ir ao apartamento de Júlia pedir explicações. Mas a mãe, com muito carinho ponderou:

 - Filhinha, lembra daquele dia quando você saiu com seu vestido novo todo branquinho e um carro, passando, jogou lama em sua roupa? Ao chegar em casa você queria lavar imediatamente aquela sujeira, mas a vovó não deixou. Você lembra o que a vovó falou? Ela falou que era para deixar o barro secar primeiro. Depois ficava mais fácil limpar. Pois é, minha filha, com a raiva é a mesma coisa. Deixa a raiva secar primeiro. Depois fica bem mais fácil resolver tudo.

Mariana não entendeu muito bem, mas resolveu seguir o conselho da mãe e foi para a sala ver televisão. Logo depois alguém tocou a campainha. Era Júlia, toda sem graça, com um embrulho na mão. Sem que houvesse tempo para qualquer pergunta, ela foi falando:

- Mariana, sabe aquele menino mau da outra rua que fica correndo atrás da gente? Ele veio querendo brincar comigo e eu não deixei. Aí ele ficou bravo e estragou o brinquedo que você havia me emprestado. Quando eu contei para a mamãe ela ficou preocupada e foi correndo comprar outro brinquedo igualzinho para você. Espero que você não fique com raiva de mim. Não foi minha culpa.

- Não tem problema, disse Mariana, minha raiva já secou.

E dando um forte abraço em sua amiga, tomou-a pela mão e levou-a para o quarto para contar a história do vestido novo que havia sujado de barro.


Nunca tome qualquer atitude com raiva. A raiva nos cega e impedem que vejamos as c oisas como elas realmente são. Assim você evitará cometer injustiças e ganhará o respeito dos demais pela sua posição ponderada e correta diante de uma situação difícil.



Lembre-se sempre: Deixe a raiva secar

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Olhe para o horizonte!


Olhe para o horizonte!
Veja o que te espera!
Reflita pelo que você já passou!
Creia que você consegue mais!
Seja feliz com o que tens!
Acredite: sua hora vai chegar e você terá que estar preparado!
Creia! Deus nunca colocará um obstáculo que você não possa transpor!
Esteja preparado!

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

MENTE ALEGRE ATRAI PROSPERIDADE

A partir de agora, você não terá pensamentos sombrios, negativos, destrutivos e agressivos. Só terá pensamentos alegres, positivos, construtivos e harmoniosos. Então, em conformidade com a lei mental segundo a qual “os semelhantes se atraem”, somente fatos auspiciosos, positivos e construtivos se aproximarão, e você prosperará infalivelmente.


Livro: Mensagens de Luz

domingo, 3 de outubro de 2010

Fernando Pessoa II

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.
Fernando Pessoa


quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Aikido: Minhas impressões sobre as primeiras aulas.

Olá Amigas e Amigos!


Hoje foi minha 4ª aula de Aikido e a cada dia estou adorando mais! É um exercício completo, movimenta cada músculo. Além de treinar o equilíbrio, a coordenação motora e a harmonia com o próximo!

Para quem não conhece, vale a pena fazer uma aula para conhecer.
Acesse o site www.aikidojoinville.com.br e veja os horários e dias de treino.
Venha fazer Aikido!




Sobre o Aikido (Wikipedia)
Aikido ou aiquidô (em japonês 合気道, transl. aikidō), é uma arte marcial criada no Japão na década de1920 pelo mestre Morihei Ueshiba (1883-1969), a quem os praticantes desta arte respeitosamente chamam Ô-Sensei ("grande mestre") ou fundador (a expressão sensei quer dizer aquele que sabe). Ueshiba concebeu o aikido a partir da sua experiência com dezenas de artes marciais, sendo as principais o daito-ryu aikijujutsu, com sensei Sokaku Takeda, o kenjutsu (técnica da espada) e o jojutsu (técnica do bastão curto), sendo outro de seus mestres Onisaburo Deguchi, líder da seita Oomoto-kyo, no Japão. Seus sucessores principais no Aikido foram Kishomaru Ueshiba (1921 - 1999) e Moriteru Ueshiba (1951
O termo aikido é composto por três caracteres kanji:
  • Ai : harmonia 合
  • Ki : energia 気
  •  : caminho 道
Em tradução livre, "caminho da harmonização das energias". 


sábado, 18 de setembro de 2010

Fernando Pessoa

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário. 
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a. 

Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!

Fernando Pessoa

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Para ser FELIZ!

Uma pequena fenda, uma centelha, um pouco de luz!!! 
Sim, é o suficiente. 
Seus olhos se abrem e agora você já pode ver que o caminho está à sua frente. 
Não tema e permita que o seu coração possa-lhe guiar. 
Não desperdice suas energias em coisas que esvaziam seu ser, que possam roubar a luz do seu olhar. 
Abandone o que lhe faz sofrer, o que não lhe deixa ver quem você realmente é. 
Deixe que seu Ser seja acolhido pelas mãos calorosas do amor e sinta que ai está a sua alegria, o seu preenchimento, a sua confiança. 
Todo pensamento sem amor tem que ser desfeito para que você possa contemplar a sua verdadeira realidade, uma realidade onde a luz é presente, mostrando que o amor é maior que tudo e que só através dele você pode realizar o seu crescimento, a sua plenitude. 
Para ser feliz, você tem que ser de coração. 



(Autoria desconhecida...)