Um Dia Após o Outro!

Mudanças

Olá a todos!
O blog está passando por reformulações. Um pouco por vez para ficar mais bonito, funcional e clean! rsrs

domingo, 29 de janeiro de 2017

Resenha: Uma razão para Respirar - Trilogia Breathing #1 (Rebecca Donovan)

Eu estava de olho nesta Trilogia há alguns meses. E no fim de ano, vi que os ebooks estavam em promoção na Amazon: Menos de R$ 3,00 cada. Aí não tive mais desculpas e adquiri os três.
Minha amiga Cristiane diz que eu sou "a loca da trilogia". Já tentei negar, mas o meu histórico de livros lidos me denuncia (risos).

A primeira coisa que me chamou atenção neste livro (e nos outros) foi a capa. A forma como a garota se agarra no garoto me trás a sensação de desespero, como se precisas, se disso para sobreviver.

O tema principal do livro é a violência doméstica que a Emma sobre e a causadora é a sua tia. Emma não conta para ninguém o que sofre com medo de que seus primos menores sejam afastados de seus pais e sofram com a falta deles.
Ela sofre calada e não conta nem para sua melhor amiga (Sara).
Mas tudo muda depois que um rapaz (Evan) se muda para a
cidade e faz de tudo para chamar a atenção daquela garota que não fala com ninguém. Emma, junto com Sara e Evan, percebe que tem um sentido para continuar vivendo.




Sinopse: Na cidade de Weslyn, Connecticut, onda a maioria das pessoas se preocupa em ver e ser vista, Emma Thomas preferia não ser percebida de forma alguma. Ela está mais preocupada em fingir perfeição enquanto puxa as mangas da blusa para baixo para esconder as marcas roxas, não querendo que ninguém perceba quão longe da perfeição ela realmente está. Sem esperar, ela encontra o amor. O amor a desafia a reconhecer seu valor, mas correndo o risco de revelar o terrível segredo que esconde.

O livro "Uma razão para respirar" é eletrizante da primeira à última página; uma história ímpar sobre mudança, crueldade inesperada e uma garota se agarrando à frágil esperança.

Uma Razão para respirar não é só um romance é um livro que aborda a violência doméstica e todos os dilemas que as crianças e adolescentes que passam por isso precisam enfrentar. A personagem principal vive esta realidade e tenta tornar-se invisível para que as pessoas a sua volta não a percebam. E por meio da amizade e amor ela tenta superar cada dia doloroso até que consiga escapar desta rotina.

Uma história forte, emocionante, dura, real, meiga, triste e doce ao mesmo tempo, que vai mexer com os sentimentos do leitor. Uma leitura envolvente do inicio ao fim.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Resenha: Como eu era antes de você (Jojo Moyes)

Eu queria ler este livro a algum tempo, mas sempre aparecia outras leituras e eu adiava.
Até lançarem o filme e eu assistir.
Li o livro para saber se tinham mudado muito a história ou não.
O livro, e sem dúvida, é melhor que o filme. Muito mais completo, complexo e cenas que não foram para o filme. É compreensível, pois se o filme fosse como o livro, imagina quantas horas precisaria...
Mas a atuação de Will, quando encontrou Louisa pela primeira vez é hilário... (risos)

No inicio Will é muito mal-humorado, mas a determinação de Louisa para mudar a ideia de Will faz, aos poucos, ele se tornar mais divertido, mais agradável.
Não é só Will que muda. Louisa começa a ter mais confiança em si mesma, arrisca-se mais saindo de seu mundinho onde ela mesma se prendeu.

É um bom romance e vale a pena ler.




Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico.

Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou
aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.

Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.


domingo, 22 de janeiro de 2017

Resenha: Uma Curva No Tempo (Dani Atkins)

Tudo aconteceu muito rápido. Em questão de segundos, a vida de Rachel e seus amigos mudou radicalmente. Tudo por causa de um motorista imprudente que fugia da polícia e acaba invadindo o restaurante onde ela e sua turma se encontravam.
Rachel perdeu seu melhor amigo, Jimmy, e ela, mesmo depois de cinco anos, ainda se culpa pela morte dele. A volta para sua cidade natal trás a ela lembranças que não são fáceis de lidar, mas ela terá que enfrentá-las para ir ao casamento de sua melhor amiga.

Mas, e se a realidade não é bem como ela acredita ser? E se ela ganhasse a possibilidade de uma vida totalmente oposta? Ela abriria mão dessa felicidade para voltar a viver a vida triste que vivia, apenas por comodidade?

Esse livro eu comprei na Feira de Livros de Jaraguá do Sul, em agosto de 2016 e, mais uma vez, a capa teve seu papel fundamental.

Não esperava pelo que é revelado no fim da história. Surpreendente! Inimaginável! Fantástico!
Fala-se de amor, esperança e felicidade. E que devemos viver nossa vida da melhor forma possível, pois nunca saberemos quando ela chegará ao fim.


Sinopse: A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona?

A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?



quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Resenha: Apenas um Dia / Apenas Uma Noite (Gayle Forman)

Eu comprei estes dois livros há algum tempo e faz algum tempo que eu os li.
Ainda bem que comprei os dois juntos, pois não consegui parar de ler.
É uma pena que o "Apenas uma noite" ainda não está disponível no Brasil...

No livro "Apenas um dia", temos a história de Allyson. A vida dela é muito certinha. Até demais. Ela mesmo sente que precisa fazer alguma coisa diferente.
Então, na sua viagem de formatura, ela conhece Willem e parte para uma aventura: passar um dia inteiro em Paris ao lado deste desconhecido. Mas o fim não é o esperado por Allyson e isso deixa marcas nela até perceber que não conseguirá ir para frente até descobrir o que aconteceu, realmente naquela aventura.
Eu viajei nas angustias e dúvidas de Allyson e realmente torci para que ela conseguisse espantar todos os seus "fantasmas". E ela, realmente, conseguiu.

Já no livro "Apenas um ano", é a vez de Willem contar o que aconteceu desde quando se separou da garota que não sabia o nome (Allyson). Ele a perdera. Não havia como a encontrar e ele tentou seguir com sua vida. Mas a garota sempre retornava para seus pensamentos. Havia algo diferente nela que a fazia inesquecível.
E foi numa noite, sem ele esperar que ela o encontra.

Agora estou no suspense para saber o que irá acontecer no "Apenas uma noite".



A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida.
Apenas um Dia fala de amor, mágoa, viagem, identidade e sobre os acidentes provocados pelo destino, mostrando que, às vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro... Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos.

Série "Apenas um Dia" (3 volumes), em sequência, "Apenas um ano" (versão de Willem), e "Apenas uma noite", final da trilogia.





Em Apenas um Dia, os momentos de paixão entre Allyson e Willem foram interrompidos de maneira abrupta, lançando a jovem em um abismo de questionamentos e dor. Agora a história é contada pela voz de Willem. Sem saber exatamente o que o atraiu na garota de olhos grandes e jeito comportado, o rapaz inicia uma busca obsessiva por pistas que levem até a sua Lulu mesmo sem saber sequer o seu nome verdadeiro.

Enquanto tenta compreender o mistério que os separou, Willem se esforça para costurar relacionamentos desgastados e procura respostas para o futuro. Mais do que uma aventura de verão, o encontro em Paris significou para ele o início da vida adulta. Da
mesma autora dos best-sellers Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi, Apenas um Ano reúne todos os ingredientes de um romance imperdível: viagens, saudade, encontros, desencontros e amor.

domingo, 15 de janeiro de 2017

Resenha: Allegra: antes do play (Andreia Evaristo)

Quando conheci a Andreia, o que mais me chamou a atenção nela foi a cor de seu cabelo: azul (que eu adorei).


Depois, via Amazon, Andreia me "apresentou" à Allegra
Um nome diferente, para uma personagem diferente: ela é a Cinderela moderna! Com direito à madrasta e suas duas filhas Youtubers. Bom, não falarei mais nada sobre a história. Mas adorei todos os capítulos. Tanto que não consegui parar de ler até saber como a história de Allegra termina!
Eu me surpreendi com o "Orfeu apaixonado" e com uma situação envolvendo um dos MosqueteiroZ. Mas a surpresa foi boa. Houve uma quebra do tradicional e é isso que estou buscando nas minhas novas leituras.
É legal ler o romance tradicional, sim.
Mas o legal é ter aquela história que te faz refletir sobre as mudanças no mundo e na nossa vida!

Sinopse: O que Cinderela tem a ver com livros e youtubers?

Allegra é uma figura peculiar: gorda, baixa, branquela e com um estilo retrô. Apesar disso, é o clichê da Cinderela: órfã de pai e mãe, mora com a madrasta Maura e suas duas filhas, Pam e Mel, que são tudo o que ela não é: altas, magras, lindas e negras. Para completar a imagem da gata borralheira, Allegra trabalha para as irmãs, editando seus vídeos para canal Be Twins no Youtube.

Estudante de Letras, Allegra sonha em se tornar escritora. Mesmo sua melhor amiga Verônica insistindo que ela deveria publicar suas histórias na Amazon, Allegra insiste em publicar tudo gratuitamente pelo Wattpad, porque não acredita que alguém pagaria para ler o que ela escreve. Um de seus leitores, com o pseudônimo de “Orfeu apaixonado”, começa a se corresponder com ela por email, e Allegra percebe que sua admiração extrapola sua escrita. Ela não pode negar que também acaba se interessando por ele, mesmo sem saber quem ele é.

Tudo muda no dia em que Allegra recebe um email de Orfeu, que chega através da conta de um canal do Youtube chamado Os MosqueteiroZ. Curiosa, ela descobre que o canal é mantido por três youtubers famosos – Darta, Fred e Constantin – e que um deles deve ser Orfeu. O problema é que eles acabam de lançar um concurso de vídeos, com o lema Seja sua melhor versão, concurso este que as irmãs pretendem ganhar a qualquer custo, o que inclui, se necessário for, dar em cima dos youtubers.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Resenha: Idas e Vidas (Caroline Helena)

Conheci a Caroline num dos eventos que a Associação de Letras. Ela me falou sobre seu livro e me deixou curiosa para conhecer a história destes dois irmãos órfãos.
Quando ela liberou na Amazon, fui uma das primeiras a baixar o ebook. rsrs
É o tipo de história que eu gosto: emocionante! E nos prova o Amor e a Família fazem milagres em nossa vida!
Caroline Helena me emocionou. Sorri e chorei lendo as voltas e reviravoltas que a história nos trás.



Sinopse: Quando sua vida está com todas as peças encaixadas, uma descoberta pode desestruturar tudo.
Luca é um rapaz com um passado de perdas e sacrifício. Órfão de nascença, viveu até os seis anos em um orfanato com seu irmão mais velho Heitor, quando foram adotados e amados. Aos dezoito anos, ao descobrir que seu pai biológico estava vivo, ele parte em uma busca emocionante para si mesmo e sua família. Passados oito anos disso, Luca vive o melhor momento de toda a sua vida, quando tudo está perfeito e fluindo da melhor maneira, tanto no trabalho, na família e no amor. No entanto, o resultado de um exame de sangue apresenta algumas palavras difíceis que mudam tudo e Luca precisa tomar decisões importantes que farão seu futuro e o de todos ao seu redor não sair de acordo com o planejado.
Uma história de amor entre irmãos, perdão, amizades verdadeiras, superação dos próprios limites, encontros e reencontros.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Resenha: 10 Segundos - Um Conto de Ano Novo (Robson Gabriel)

Normalmente as resenhas são publicadas às quartas-feiras.
Hoje é uma exceção e é para falar do primeiro trabalho do Robson Gabriel que eu leio.
É numa temática que não costumo ler: LGBT 

O conto me ganhou pela capa: Não tem como não sorrir ao ver aquelas varetas e pensar em esperança!

E Will tem um jeito todo peculiar de falar que te faz rir. Mas ele não se importa com isso. Não mais!
E neste ano, ele finalmente irá realizar seu sonho: passar a virada de ano na Times Square! O que ele não esperava é encontrar um conhecido que o faz "tremer nas bases", pensando no azar dele. Mas nem tudo é ruim para o Will, afinal e a Vida lhe mostra que, às vezes, devemos respirar e aproveitar as oportunidades que ela nos trás!
Achei o conto super leve e divertido. Você torce para que, no final, Will fique numa boa!



Sinopse: Willian cansou de dar ouvidos aos comentários idiotas sobre seu peso, ou por ser gay e negro faz um bom tempo. Tudo o que o jovem quer é ser feliz e estar de bem consigo mesmo. E foi pensando nisso, que ele trabalhou duro durante boa parte da sua adolescência para realizar o sonho de passar a virada de ano na Times Square durante a descida Bola de Ano Novo.

Ele sabia que cada centavo suado valeria a pena, afinal, todo sonho realizado vale a pena. Mas ele não esperava que sua falta de organização custaria tão caro. Willian mal fala meia dúzia de palavras em Inglês e, para completar o pacote, não fez nenhum roteiro para viagem. Assim que chega ao aeroporto e desembarca, o jovem de vinte e seis anos se vê perdido, sem saber como chegar ao seu destino. O surto é garantido, claro que é, afinal, quem é que gostaria de arruinar os próprios sonhos?

Só que essa coisa chamada destino adora pregar peças na vida das pessoas. Willian se reencontra com um velho conhecido no café do aeroporto, o que libera memórias boas
e ruins dentro do rapaz. Até que ponto ele pode chamar de sorte o reencontro com o cara mais amado e, ao mesmo tempo, odiado de sua vida?

"10 Segundos" é um conto divertido sobre reencontros, perda e superação que promete arrebatar o coração dos leitores ao mesmo tempo em que quebra diversos padrões impostos pela sociedade.

Chick-lit / Contos / Drama / Humor, Comédia / Jovem adulto / LGBT / GLS / Romance